Corrente do Bem

Corrente do Bem

Com diversas atividades, voluntários realizam mutirão no Centro de Educação Infantil Mundo para Todo Mundo.

No sábado, dia 29 de abril, foi realizado o terceiro Mutirão Centro de Educação Infantil Mundo para Todo Mundo (CEI MPTM). A ação teve a parceria do Rotary Club de Curitiba Cajuru e do Rotaract UFPR, além de voluntários da comunidade. Cerca de 27 pessoas estiveram presentes.

Durante o mutirão foram realizadas algumas atividades como: pintura de muros, plantio de grama, flores e árvores, manutenção das floreiras com pneus já existentes, demarcação da área onde será construída a horta e o parquinho, e a construção da horta para cadeirantes – com a utilização de pallets.

A ação teve início às 9 horas e se encerrou no período da tarde. Parte do que foi utilizado, como mudas de flores e outros materiais foram trazidos pelos próprios voluntários. A escola ainda preparou um almoço para a equipe, momento em que foi possível uma troca de ideias entre os presentes.

Para a presidente do CEI MPTM, Yvy Abbade, ações como essas são de extremo valor, tanto para a própria escola como para a sociedade. “É muito importante ver como isso não impacta somente a nós. Por meio de atividades como essas, permitimos que a comunidade veja para o que estamos trabalhando e entendam nosso objetivo maior, uma educação inclusiva e de qualidade”.

Yvy ainda ressalta a importância dos parceiros da Unilehu e dos voluntários para que fosse possível realizar uma ação bem sucedida. “Nós agradecemos imensamente a equipe coordenada pelo Rotary Club Curitiba Cajuru, Rotaract Club Curitiba UFPR e a todos os voluntários engajados. São eles também que fazem a inclusão acontecer”.

A vice presidente do Rotary Club de Curitiba Cajuru e responsável pela organização da ação, Larissa Grah, destaca a “corrente do bem” formada após a ação. “Um voluntário que eu conheci na fila do RU, acabou não conseguindo participar no mutirão, mas me escreveu querendo ajudar, disse que podia divulgar e tentar conseguir com as empresas material e mão de obra. Depois, veio outro amigo oferecer um milheiro de telhas. Tudo isso após o mutirão. As pessoas conheceram a escolinha, mesmo que só por fotos, escutaram os depoimentos dos amigos que participaram, e já querem se envolver mais. Uma super corrente do bem”.

Para Fabiana Caetano, da equipe CEI Mundo para Todo Mundo, graças à contribuição de todos, a ação foi muito bem sucedida. “Com a ajuda de todos pudemos refazer nossas floreiras, pintar muros e construir mesas de pallet. Foi maravilhoso ver como as pessoas ainda se solidarizam com a causa e, com isso, se unem em uma ação maravilhosa como foi este último mutirão no Cei Mundo Para Todo Mundo”.

No Comments

Post A Comment